Lola e Benjamin | Capítulo 3

Combinamos de nos encontrar no sábado em um café que fica dentro de uma livraria na Avenida Paulista. Acordei me sentindo um pouco estranha por estar animada para encontrar Benjamin. Eu mal o conhecia, mas tinha a sensação de que ele seria alguém muito importante na minha vida e isso me assustava. Tentei desviar os pensamentos, ligando a TV para assistir alguma coisa boba que me distraísse. Sem sucesso, resolvi me arrumar para almoçar e depois encontrá-lo.

Peguei o metrô e exatamente às 15h já estava na livraria em que combinamos. Benjamin chegou meia hora depois, meio afobado e com uma mochila nas costas.

—Lola, oi! Desculpe o atraso! Estava com um amigo, pois começamos agora a trabalhar com um freela de fotografia para um evento! —ele me disse, ao mesmo tempo que me cumprimentava.

— Tudo bem! — respondi, com um sorriso no rosto. —Vamos nos sentar?

Aquela era apenas a primeira vez que um dos outros compromissos de Benjamin ficava entre nós de alguma forma, mas é incrível como no começo dos relacionamentos relevamos tantas coisas que depois parecem se tornar um bicho de sete cabeças. Somos nós que ficamos intolerantes ou as pessoas que persistem nos mesmos erros? Acho que um pouco dos dois.

Sentamos no café e começamos a conversar sobre o trabalho, mas sempre puxávamos o assunto para outras coisas: cinema, exposições, festas, amigos em comum, e, principalmente, livros que amávamos. A conversa fluía tão bem que, quando nos demos conta, já tinha passado das 18h. Não conseguiríamos ir a vários lugares que precisavam da luz do dia para fotografar, mas Benjamin logo propôs outra coisa.

— Podemos sair para beber alguma coisa, se você não tiver compromisso… E tiramos as fotos amanhã. O que você acha? — perguntou.

— Não tenho nada planejado! Podemos fazer alguma coisa! — respondi, tentando não demonstrar muita animação.

Como ele tinha ido de carro, fomos direto para um barzinho no Jardins. Durante o trajeto, fiquei pensando um milhão de coisas do tipo: “O que você está fazendo?”, “Que enrascada!”, “Vai quebrar a cara de novo!”. Esse era meu cérebro tentando seriamente me alertar, mas eu infelizmente sempre fui uma pessoa movida pelos sentimentos e intuições e, algo me dizia que eu deveria ir em frente com isso.

Toda vez que eu me envolvia com algum cara bobão que me fazia sofrer, minha mãe sempre dizia: “Lola, se em todos os seus relacionamentos você for intensa desse jeito, vai sofrer demais!”. Mãe é uma coisa. Além de ter um detector de problema, parece que tudo o que elas falam vira realidade. Eu e a minha mãe, Patricia, sempre tivemos uma relação de amor e ódio. Discordamos tanto, mas também somos parecidas em praticamente tudo. Costumávamos brigar mais naquela fase de adolescente chata, lá pelos meus 14 anos, mas hoje em dia, nos entendemos tão bem que fico com medo quando ela diz essas coisas que parecem mais sentenças.

Sempre fui uma pessoa intensa demais e não só a minha mãe, mas todos que se relacionam comigo de alguma forma sabem disso. Sou intensa em tudo, nas minhas angústias, medos, ambições, expectativas e em todos os meus sentimentos. Sei o quanto isso é bom por um lado, mas também já me causou muitos momentos ruins. Sempre tive dificuldade de dosar meus sentimentos, pois para mim costuma ser tudo ou nada. Pessoas mornas e pela metade nunca me satisfizeram.

Tudo isso passou pela minha cabeça durante o trajeto no carro até o bar. Eu sabia que, intensa daquele jeito, já estava colocando expectativas demais aonde não devia. O que eu não sabia é que Benjamin era tudo menos a intensidade que eu procurava. Isso eu só descobri mais tarde.

Anúncios

Escrito por

Criadora do Para Preencher e autora do romance "Lola & Benjamin", acredita que as palavras têm poder próprio e são capazes de transformar, inspirar e libertar.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s