Sobre não reconhecer mais um amor

Já fazia tempo que ela queria te encontrar. Já fazia tempo que ela queria te olhar nos olhos mais uma vez, só pra ter certeza de que você também ainda sentia. Então ela foi. Mas quando chegou lá, não te reconheceu.

Como é mesmo aquele papo de que o tempo muda as pessoas? Neste caso, ela estava em dúvida se era você quem tinha mudado ou se a imagem que ela tinha sua havia congelado demais no tempo. Sabe como é, não é mesmo? Toda vez que nos relacionamos com alguém e chega ao fim, guardamos uma determinada imagem do outro. É um grande susto ver que aquela pessoa já não se parece mais tanto com aquela antiga memória.

Ela te viu ali parado. De longe parecia igual, mas por algum motivo o coração avisava que já não era o mesmo. Ela não se arrependeu, pois sentiu que você também ainda sente. Mas, para falar a verdade, isso já não importa mais tanto assim. Vocês já sabem disto: ambos sentem. Grande coisa se nada é feito a respeito, não é mesmo?

Agora, ela se preocupa mais com quem você pode estar se tornando. Sente falta da pessoa que você parece já ter sido um dia. Porém, ao mesmo tempo, sabe que não pode fazer nada em relação a isso. Você está trilhando para o Norte, ela caminha para o Sul. Você escolhe esquerda, ela opta pela direita. Você diz que sim, ela prefere falar não. Vocês são tão opostos que poderiam ser iguais. Parece não fazer nenhum sentido, né? E não faz. Vocês nunca fizeram sentido nenhum.

Ela decidiu ir embora sem trocar palavras. “É melhor assim”, ela pensou ao sair da sala. Não hesitou. Não olhou para trás. Não fraquejou. Pela primeira vez, conseguiu te olhar nos olhos e sair inteira. Ela sabe que os dois sentem, mas isso já não é o mais importante. Ela espera que você esteja bem, que você continue quem era quando estava com ela. Porque ela não te reconhece mais e essa é a coisa mais triste que pode acontecer com um amor.  

Anúncios

Escrito por

Criadora do Para Preencher e autora do romance "Lola & Benjamin", acredita que as palavras têm poder próprio e são capazes de transformar, inspirar e libertar.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s