Aquela garota é diferente

Ler ao som de “Lost it to Trying – Son Lux”

Aquela garota é diferente. Pelo menos foi o que me disseram. Ainda não tinha conseguido captar se eram as sobrancelhas grossas em contraste com seu cabelo claro ou a confiança que ela transmitia quando conversava com as pessoas. Talvez fosse apenas o All Star de cano alto que passasse essa sensação de que ela tinha atitude. Fiquei curioso e resolvi me aproximar. Cheguei de fininho, como quem não quer nada e comecei a puxar papo. Não demorou muito para que eu entendesse.

Aquela garota é diferente. Ela quer viver todos os dias com frio na barriga e o coração acelerado. Ela não deixa a vida ser marcada pelo tédio. Ela faz problema virar solução e dor se transformar em crescimento. Ela não tem medo de ir embora e se cansa rápido de quem teima em permanecer no mesmo lugar. Ela não perde tempo planejando ser feliz amanhã, porque pra ela só existe o hoje.

Aquela garota é diferente. Ela não se contenta com pouco. Ela não espera acontecer, ela é o turbilhão que faz as coisas saírem do lugar. Ela quer se sentir viva todos os dias. Ela quer se encontrar, seja lá onde for. Ela tem pressa. Pressa para se descobrir. Ela quer ser a garota que arrisca tudo, mesmo sabendo que talvez descubra que não pode levar nada.

Aquela garota é diferente. Ela quer ser a pergunta e não a resposta. Ela quer ser a exclamação que vai te fazer perder o fôlego. Ela quer ser o mistério que vai virar a sua vida de cabeça para baixo. Ela quer ser o furacão que vai te desconcertar e mudar tudo de lugar.

Aquela garota é diferente. E eu me apaixonei por ela com a mesma rapidez que a vi partir. Seus planos iam muito além do que eu imaginava. Ela foi embora sem olhar para trás, porque aquele mundo não era o suficiente para ela. Ela precisa de muito mais. Ela quer abraçar todas as possibilidades de se perder. E quando eu pedi que ficasse porque me sentia vivo ao seu lado, ela me respondeu com uma pergunta: “E não é assim que você deveria se sentir todos os dias de sua vida, mesmo que sozinho?”.

Anúncios

Escrito por

Criadora do Para Preencher e autora do romance "Lola & Benjamin", acredita que as palavras têm poder próprio e são capazes de transformar, inspirar e libertar.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s