Na era dos relacionamentos orgulhosos, são poucos os corajosos que vão atrás de um sentimento

Vivemos na era dos relacionamentos orgulhosos. Ninguém quer assumir que gosta, que sente falta, que tem vontade. E isso acontece porque alguém, algum dia, criou uma falsa verdade de que quem demonstra sentimento é o mais fraco do relacionamento. Que grande besteira. Na minha humilde opinião, fracas são as pessoas que não têm coragem de irem atrás de alguém. Pessoas que, depois dos vinte e tantos anos, ainda perdem tempo fazendo joguinhos de quem demora mais pra responder a mensagem, de quem se mostra o menos interessado…

Posso dizer com os meus curtos 22 anos de experiência em relacionamentos que quem ainda faz esses tipos de joguinhos depois de certa idade não merece nem um segundo da nossa atenção. Esse tipo de atitude é até compreensível quando temos 15 anos e lá vai, mas me façam o favor de amadurecerem e pararem com essas besteiras todas depois dos 20 anos.

Sempre fui a favor de expor os sentimentos e vontades, mas ultimamente tenho colocado isso mais em prática do que nunca. Se estou interessada em alguém procuro deixar isso claro de uma vez, se não estou no clima já me despeço sem grandes enrolações, se quero falar com a pessoa mando logo uma mensagem, ligo, chamo para sair, e por ai vai… Talvez seja coisa da idade. Já passei da fase dos joguinhos. Confesso que lá atrás até achava legal demorar cinco horas para responder uma mensagem só pra fingir que eu não estava nem ai, mas hoje em dia isso me dá tanta preguiça que se alguém faz comigo já desisto da pessoa em menos de 24h.

Vamos lá gente, não é de hoje que vemos o orgulho falar mais alto em muitos relacionamentos. Até quando vamos continuar cultivando essa besteira de que o mais fraco do relacionamento é aquele que vai atrás do outro? As pessoas têm tanta dificuldade de expressarem o que sentem, que quem ainda tem coragem de fazer isso deveria ganhar um prêmio. Pra mim, fraco ainda é quem gosta e não vai atrás, tem vontade e finge que não quer, ama e deixa a oportunidade de ficar junto passar.

Coloquem os sentimentos para fora, liguem, mandem mensagem, chamem para sair, abram o coração, vão atrás de quem faz vocês pulsarem mais forte. Chega de levar tantos arrependimentos por coisas que deixamos de fazer. A partir de agora, meu lema é só me arrepender do que eu não fiz. Nada que eu fizer se tornará arrependimento, apenas experiência e bagagem para, lá na frente, eu continuar com coragem o suficiente para não deixar o meu orgulho falar mais alto. Porque para viver a vida com o máximo da intensidade que ela nos oferece, nós precisamos dessa coragem para ir atrás de alguém que mexe com a gente.

Anúncios

Escrito por

Criadora do Para Preencher e autora do romance "Lola & Benjamin", acredita que as palavras têm poder próprio e são capazes de transformar, inspirar e libertar.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s