Comportamento

É preciso agradecer mais

Uma coisa é verdade: agradecemos pouco. Não é de propósito. Os dias são corridos, a agenda está sempre lotada, as prioridades são outras. É nessa turbulência que nos esquecemos de uma das coisas mais importantes dessa vida: agradecer.

Um ato simples que passa batido na correria do dia a dia. Um ato simples que esquecemos de colocar em prática. Um ato simples, mas extremamente poderoso. Isso porque é quando paramos para agradecer que nos damos conta de como somos sortudos por não termos descoberto uma doença incurável, não termos perdido um ente querido numa tragédia violenta, não termos sido obrigados a enfrentar uma dor dilacerante.

Estamos acostumados a ver notícias ruins na televisão ou ouvir tragédias pela boca de conhecidos, mas nunca achamos que vai acontecer com nós. Temos essa tendência de achar que somos imunes ao desastre, mas a verdade é que ele nos rodeia o tempo todo.

Se agradecemos pouco é porque nos esquecemos de que a vida é frágil demais e nos pode ser tirada a qualquer momento. Pessoas amadas podem ir embora sem a chance de se despedirem. Coisas ruins podem acontecer quando menos esperamos. Então, todos os dias, quando colocamos a cabeça no travesseiro, deveríamos agradecer. Agradecer por aquele dia que passou. Agradecer simplesmente pelo fato de estarmos vivos.

Criadora do Para Preencher e autora do romance "Lola & Benjamin", acredita que as palavras têm poder próprio e são capazes de transformar, inspirar e libertar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *