Eu não sou nada

Eu não sou nada, mas ao mesmo tempo sou tudo.

Não sei quem sou, mas sei quem não quero ser.

Nesse mundo caótico, no qual todo mundo fala o tempo todo, mas poucos realmente dizem algo, procuro um espaço para respirar.

Um espaço para ser alguém e descobrir o que fazer.

Enquanto isso, encontro na arte um antídoto para aquilo que atormenta a consciência. Um tranquilizante para suportar uma realidade inconveniente.

Porém, conforme os dias passam me pergunto se é o mundo que não faz sentido ou se sou eu que não consigo encontrar sentido num lugar assim. Afinal, eu não sou nada… Mas ao mesmo tempo sou tudo.  

Anúncios

Escrito por

Criadora do Para Preencher e autora do romance "Lola & Benjamin", acredita que as palavras têm poder próprio e são capazes de transformar, inspirar e libertar.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s