Comportamento

Não existem verdades absolutas

É normal sentir que você não se encaixa no modelo de vida que, desde sempre, disseram que deveria ser seguido?

Sim, é completamente normal ter a sensação de que o roteiro não foi escrito para você e, assim, precisar lidar constantemente com a sensação de deslocamento. Nessas horas é comum se sentir perdido, sem rumo, e até sem esperanças.

A verdade é que isso acontece porque nem todos se adaptam ao formato de “vida tradicional” que, em algum momento, foi determinado por alguém no passado. Esse conjunto de regras e padrões não se ajusta a todas as pessoas, mas por serem seguidos por uma maioria, os deslocados podem sentir que são os “errados” da história. Com certeza não é justo sentir esse desencaixe contínuo e, por isso, podemos e devemos questionar o mundo que nos cerca. Não precisamos encarar tudo o que foi postulado até hoje como verdades inquestionáveis, até porque não são.

Se fosse dessa maneira, a escravidão nunca teria acabado, os homossexuais nunca teriam direito ao casamento e as mulheres continuariam eternamente submissas aos maridos. Um dia, tudo isso foi tido como verdade absoluta. A vida mudou, a mentalidade de muitas pessoas evoluiu e conseguimos derrubar essas “falsas verdades”. E esse processo deve continuar eternamente, pois muita coisa ainda precisa ser modificada.

Quem lida com essa angústia precisa ser capaz de encarar a realidade ao mesmo tempo que gera transformações por meio da sua inquietude. Se você for uma dessas pessoas, se lembre sempre de que é uma peça fundamental para a mudança. Afinal, são indivíduos como você que irão, pouco a pouco, quebrar padrões e tradições que não necessariamente trazem felicidade para todos e, com certeza, não são verdades absolutas.

Criadora do Para Preencher e autora do romance "Lola & Benjamin", acredita que as palavras têm poder próprio e são capazes de transformar, inspirar e libertar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *