Anúncios
Crônicas

Você traz a melhor versão de mim mesmo

Seus olhos, pretos como jabuticabas, estavam enormes.

Ela me olhava com uma expressão desconfiada. 

Já estávamos conversando há mais de duas horas e parecia impossível chegar a uma conclusão que agradasse ambos os lados.

Ela rebatia tudo o que eu falava com respostas puramente racionais.

Eu? Só conseguia imaginar a tristeza de uma vida sem aqueles olhos de jabuticaba.

Lara sempre fora uma mulher forte, independente, decidida. Às vezes, tinha dúvidas se era tudo um disfarce para esconder a garotinha que ainda vivida dentro dela.

Nessas horas em que seu lado mais racional aparecia, eu me lembrava de sua avó contando as histórias de quando Lara era pequena. 

“Uma criança serelepe”, sua avó dizia.

“Acima de qualquer coisa, capaz de trazer luz para as nossas vidas e despertar a melhor versão das pessoas”, ela complementava.

É verdade. Lara sempre despertou o melhor em mim.

Eu, que sempre fui tão no meu canto e com poucas certezas, passei a enfrentar a vida de outra forma com ela ao meu lado.

Lara chacoalhou meus pensamentos e me fez repensar meus fundamentos.

Durante os longos 450 dias que ficamos juntos, fui uma pessoa melhor.

E, hoje, tenho certeza de que se esses olhos de jabuticaba não estiverem mais presentes em meu dia a dia quer dizer que já cumpriram a sua missão por aqui.

Eles me tornaram a melhor versão de mim mesmo. Sem cortinas, pausas ou falsos recortes.

Anúncios

Criadora do Para Preencher e autora do romance "Lola & Benjamin", acredita que as palavras têm poder próprio e são capazes de transformar, inspirar e libertar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *