Anúncios
Comportamento

Como você cuida do seu tempo?

Sempre que passo um tempo na praia volto reflexiva. Dessa vez não foi diferente: fiquei pensando sobre as diferenças do estilo de vida de quem mora na cidade e de quem mora na praia. E não estou me referindo a cidades grandes com praia, como o Rio de Janeiro, por exemplo.

Eu estava no litoral norte de São Paulo, mais especificamente a praia de Cambury, um lugar pequeno, rústico, com ruas de terra e sem nenhum prédio. Totalmente diferente da cidade de São Paulo com a qual estou acostumada.

O tempo parece passar mais devagar nessas praias e tenho a impressão de que os nativos vivem com muito mais tranquilidade. Seriam eles mais felizes do que nós, que corremos para lá e para cá na cidade grande?

Quando falei sobre isso, meu namorado comentou que do mesmo jeito que nos questionamos sobre o estilo de vida deles, com certeza eles também se perguntam sobre nós. Para eles, trabalhar em escritórios climatizados e viver atrás de promoções corporativas deve ser bem esquisito.

Não quero dizer que um estilo de vida seja melhor do que o outro. São apenas diferentes. E esse choque de realidade me faz questionar bastante sobre como eu cuido do meu tempo.

A importância da valorização do seu tempo

Confesso que essas temporadas na praia me trazem questionamentos sobre largar minha vida na cidade e passar um tempo no meio do mato, perto do mar e da areia. Será que algum dia eu teria coragem? Ou é uma ilusão de que seria um refúgio interessante?

De qualquer forma, uma das questões que se sobressaiu durante os dias de praia foi a valorização do meu tempo. Quer dizer, não parece que ele passa cada vez mais rápido? Por mais que seja apenas uma impressão, isso faz com que a gente se questione sobre como dividimos as 24 horas do nosso dia.

Na praia, o tempo passa diferente. Ou talvez seja o fato de estarmos de férias, desligados do mundo digital e das obrigações cotidianas, mas mesmo assim acho que quando estou de férias na cidade não é a mesma coisa. Acredito também que o clima do litoral seja mais leve e ameno. Bandas locais, sorveteiros e vendedores ambulantes me fazem pensar que tudo pode ser “mais praia”.

Será quem as pessoas que moram lá também acham tudo isso? Ou seriam apenas impressões de alguém de fora?

Com a sensação de que o tempo está cada vez mais escasso, ficamos ainda mais ansiosos. Eu mesma posso dizer que tenho tantos planos e projetos, mas às vezes acho que não vou conseguir concretizar tudo.

E com todos esses questionamentos em alta, é preciso se perguntar mais frequentemente sobre como estamos cuidado do nosso próprio tempo. Com isso quero dizer o seguinte:

Você valoriza o tempo presente? Agradece pelos momentos que tem ao lado de amigos e familiares? É capaz de não desperdiçar seu tempo com pessoas e energias negativas? Dá valor para cada minuto que você passa respirando nesse planeta?

São perguntas difíceis e que, automaticamente, podemos acabar respondendo “sim” apenas para não precisarmos mais pensar sobre o assunto, mas o começo do ano é uma boa hora para refletir a respeito da valorização do seu tempo.

Pare de andar em círculos e realize mais

Quantas vezes na vida você se pegou andando em círculos, sem sair do lugar? Como a famosa expressão diria: você fica correndo atrás do próprio rabo?

O tempo é precioso. Como já comentei muitas vezes em meus artigos e reflexões, nunca sabemos quando será o nosso último dia bom. Deixamos muito para depois e não valorizamos devidamente o tempo que temos hoje para fazer acontecer.

É claro que, em alguns momentos, andar em círculos é até importante para amadurecer e enxergar a vida a partir de novas perspectivas, no entanto, permanecer nessa situação por muito tempo pode ser danoso para a sua evolução.

O tempo é uma das únicas coisas que não podemos comprar. Todos nós nascemos em uma mesma realidade temporal e nenhum segundo a mais pode ser adquirido. O tempo é, portanto, um dos bens mais preciosos que temos.

Chega a ser triste pensar nisso, mas a verdade é que, a partir do momento em que nascemos, a cada dia sofremos uma pequena morte. É um dia a menos que temos para viver, sonhar e realizar. Por mais que pareça uma constatação pessimista, é a realidade. E enxergar essa realidade também te faz valorizar mais o seu tempo hoje.

3 dicas para cuidar melhor do seu tempo

Valorizar o seu tempo está diretamente ligado a aproveitá-lo melhor e ser capaz de gerenciar as suas horas durante o dia para fazer mais coisas que você gosta e que te deixam feliz.

Para ajudar quem sente que ainda precisa aprender a se organizar, separei 3 dicas simples que funcionam bastante comigo e podem te auxiliar a começar 2020 mais consciente em relação à valorização do seu tempo.

1. Faça planejamentos de tarefas

Para isso, eu gosto muito de usar um planner (aquelas agendas nas quais você pode ir colocando as tarefas do dia a dia e também ter uma visão mensal de todos os projetos e tarefas) e o Google Calendar.

Este último é muito prático porque as notificações de atividades e reuniões já aparecem no meu celular e consigo distribuir bem tudo o que tenho para fazer durante o dia, obtendo uma visão geral diária interessante.

Ao fazer planejamentos de tarefas, você otimiza as horas do seu dia e consegue se organizar melhor. A minha dica é sempre fazer um planejamento de tarefas na sexta-feira da semana anterior para começar a segundona já com todos os dias organizados. No entanto, nada te impede de ir ajustando as atividades conforme necessário.

2. Tenha boas noites de sono

Parece uma dica boba, mas quando não dormimos bem o nosso dia já começa pior, não é mesmo? Como consequência, aproveitamos menos o nosso tempo, desperdiçamos horas com distrações e nosso rendimento cai bastante.

O tempo que você tem para dormir e descansar deve ser muito valorizado também – além de ser uma delícia dormir, é necessário para que as horas de trabalho e lazer sejam produtivas e prazerosas.

Não sou nenhuma especialista em sono, mas sei que ficar muito tempo no celular ou computador antes de dormir pode atrapalhar. A minha dica é ler um livro ou meditar antes de deitar.

3. Foque no que estiver fazendo

Muita gente tem problema de procrastinação e não consegue focar nas tarefas que precisa realizar. Dessa forma, quando está no trabalho fica pensando no lazer e vice-versa, o que atrapalha ambas as atividades.

Quando estiver trabalhando, foque nisso e quando estiver vendo um filme ou no bar com os amigos, evite pensar muito nas obrigações cotidianas. É preciso realmente viver o momento presente para que ele valha a pena, afinal, isso é a valorização real do seu tempo.

Se você tem problemas de foco e concentração, uma dica é praticar a meditação. No entanto, não ache que ao meditar uma vez você já usufruirá de todos os benefícios. É preciso consistência para alcançar bons resultados. Além disso, o planejamento de tarefas também pode ajudar a estruturar melhor as atividades e o seu tempo, o que pode ser benéfico para o seu foco.


E aí, curtiu as dicas? Conte nos comentários como você tem cuidado do seu tempo!

Anúncios

Criadora do Para Preencher e autora do romance "Lola & Benjamin", acredita que as palavras têm poder próprio e são capazes de transformar, inspirar e libertar.

One Comment

  • Ernando Lucena

    Adorei o texto me fez repensar como administro o tempo, Deus sabe o quanto me enbanano nisso rsrrs.
    Gostei das dicas, confesso não conhecia a função Google calendar, principalmente da forma como você articula temas com suas experiências.
    Eu acho um máximo como articula os temas escritos com suas experiências e pensamentos, é muito autêntico, isso me capturou e me ajuda.

    Abraços Bruna

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *