Anúncios
  • Cartas

    Carta para os que ainda amam (3)

    Primeira e segunda cartas. Felipe, Hoje estava arrumando a bagunça no meu quarto e dei de cara com o seu livro. Você me emprestou para ler e eu nunca consegui passar da página 40. Desde então, ele fica no meu criado-mudo junto com a pilha de livros que eu vivo lendo e relendo. Já pensei algumas vezes em te devolver, mas você nunca pediu e,…

  • Cartas

    Carta para os que ainda amam (2)

    A primeira carta está aqui. Manuela, Primeiro de tudo, desculpe a demora para responder. Você sabe que não sou muito bom com as palavras. Deve ser por isso que tem tantas cartas suas que nunca respondi. Parece que não consigo achar as palavras certas e quando finalmente decido tudo o que devo falar, fico com medo de magoá-la mais ainda. É por isso que, muitas…

  • Cartas

    Carta para os que ainda amam

    Felipe, Pensei muito antes de te escrever. Não sabia muito bem por onde começar. Por incrível que pareça, as palavras não pareciam expressar tudo aquilo que eu estava sentindo. Até me lembrei de uma frase que li há muito tempo: “Existem momentos na vida da gente, em que as palavras perdem o sentido ou parecem inúteis, e, por mais que a gente pense numa forma…

  • Cartas

    O coração, se pudesse pensar, pararia.

    Já faz tempo que eu quero te escrever. Na verdade, nem tanto tempo assim. É que desde que você se foi as horas demoraram mais a passar, os dias se arrastaram e o meu coração ficou rastejando pelos cantos. Ferido. Ínfimo. “O coração, se pudesse pensar, pararia.” Fernando Pessoa. Li. Reli. Pensei (mais uma vez). É fato: corações não pensam. Meu coração não pensa. Ele…